Ir direto para menu de acessibilidade.
Atendimento: (35) 3346-1046 // 2426
Início do conteúdo da página

LEI Nº 2.321, de 22 de dezembro de 2016

Criado: Quinta, 22 de Dezembro de 2016, 10h07 | Acessos: 281

LEI Nº 2.321, de 22 de dezembro de 2016


Dispõe sobre concessão de subvenções sociais às Entidades que menciona, e dá outras providências.


A Câmara Municipal de Cruzília aprova e o Prefeito sanciona a seguinte Lei:

Art. 1º Fica o Chefe do Poder Executivo Municipal autorizado a conceder subvenções sociais, para o exercício de 2017, às Entidades abaixo relacionadas, até os seguintes valores:

I - FUNDAÇÃO BARÃO DE ALFENAS R$ 3.000,00

II - GRUPO TERC. IDADE BEM VIVER R$ 106.547,00

III - ASILO RECANTO OZANAN R$ 25.148,69

lV - APAE DE CRUZÍLIA / SOCIAL R$ 319.641,00

V - LAR CRIANÇA A. REIS MEIRELES R$ 106.547,00

VI- ASSOCIAÇÃO PASTORAL MORADIA STO ANTONIO / APMSA R$ 213.094,13

VII- CLUBE DO CAVALO DE CRUZÍLIA R$ 10.000,00

VIII- APAE DE CRUZÍLIA / EDUCAÇÃO R$ 242.930,88

IX- ESCOLA FAMÍLIA AGRICOLA R$ 5.000,00

X- ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DE RADIODIFUSÃO R$ 5.000,00

XI- SETE DE SETEMBRO FUTEBOL CLUBE / SSFC R$ 4.000,00

XII- YPIRANGA ATLÉTICO CLUBE / YAC R$ 4.000,00

XIII- CONFERÊNCIA VICENTINA SÃO SEBASTIÃO R$ 4.000,00

XIV- ASSOCIAÇÃO MORADORES OLARIA, MAGALHÃES E VENTANIA R$ 2.000,00

XV- ASSOCIAÇÃO MORADORES KENNEDY, YPIRANGA VILA MARIA R$ 2.000,00

XVI- ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DE DESENVOL. VILA AUGUSTO R$ 2.000,00


XVII- CASA DE REPOUSO NOSSA SENHORA APARECIDA R$ 10.000,00

XVIII- ASSOCIAÇÃO ECOLÓGICA DE CRUZÍLIA R$ 16.000,00


Art. 2º As subvenções sociais serão concedidas às Entidades mencionadas no art. 1º desta Lei para a execução das suas atividades, desde que estejam legalmente constituídas.

Art. 3º Os recursos previstos nesta Lei serão liberados de acordo com as disponibilidades financeiras.

Art. 4º Ficam as Entidades contempladas pelo Município com subvenções sociais obrigadas a prestarem contas da aplicação dos recursos recebidos ao Poder Executivo Municipal.

Parágrafo único. As Entidades que não tiverem suas contas aprovadas pelo Poder Executivo ou que não prestarem contas não poderão ser contempladas com novas subvenções e deverão ressarcir aos cofres públicos os valores anteriormente recebidos.

Art. 5º As despesas decorrentes desta Lei correrão por conta de dotações orçamentárias próprias consignadas no Orçamento Municipal.

Art. 6º Esta Lei entra em vigor em 1º de janeiro de 2017.

Cruzília, 22 de dezembro de 2016.


Joaquim José Paranaíba
Prefeito Municipal

 

Vera Lucia Sciani de Souza Ferreira
Secretária Executiva do Gabinete

registrado em:
Fim do conteúdo da página